Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

militarismo e guerra

  • Debate | A Paz e a Situação Internacional | Silves

    a paz e a situacao internacional 1 20190208 1052825398

  • Debate em Aveiro: A Paz, a agressão à Síria e a Luta pelo fim das Armas Nucleares

  • Debate em Coimbra: A situação internacional e a Luta pela Paz

  • Debate online sobre o filme O Túmulo dos Pirilampos

    debate online sobre o filme o tumulo dos pirilampos 1 20210217 1531345256

    Inscreve-te para ver o filme:

    https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdfdF9ewDFZ2NTKhMJLaARFicg0DkFHqq-dv8uk28A-9YUcxA/viewform?fbclid=IwAR1EMyqzK9P5I7endUXgd50RroEjzoRtjYGMd6DJryDk9j6_m_S-GUyQvUs

  • Debate Público: A situação internacional e os problemas da paz" - Faro

  • Defender a Paz contra as Armas Nucleares | Évora

    defender a paz contra as armas nucleares evora 1 20191001 1794178142

    Assinalando o Dia Internacional da Paz, foi inaugurada em Évora, a 20 de setembro , a exposição “Defender a Paz contra as Armas Nucleares”. Esta mostra da exposição resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Évora e o Conselho Português para a Paz e Cooperação.

    A cerimónia de inauguração contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, e de Zulmira Ramos e Armando Farias, membros da Direção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação.

  • Dia 4 em Lisboa e dia 5 no Porto: «Sim à Paz! Não à NATO!»

    dia 4 em lisboa e dia 5 no porto sim a paz nao a nato 1 20190329 1692965937

    Um conjunto de organizações assinala nos dias 4 e 5 de Abril o 70.º aniversário da Organização do Tratado do Atlântico Norte/NATO com a realização de actos públicos em Lisboa e no Porto onde, entre outras questões, será exigida a dissolução deste bloco político-militar.

    Em Lisboa, a acção decorre no dia 4 de Abril às 18 horas no Cais do Sodré. No Porto é no dia 5 na Rua de Santa Catarina, às 18 horas.

    As razões que presidem à convocatória das duas iniciativas são explicitadas no texto que a seguir se publica.

  • Dia Internacional de Solidariedade com a Venezuela | Videoconferências

    No Dia Internacional de Solidariedade com a Venezuela, o Comité de Solidariedade Internacional (Venezuela) e o Conselho Mundial da Paz promovem um conjunto de videoconferências.

    dia internacional de solidariedade com a venezuela videoconferencias 2 20200423 1622299109

    dia internacional de solidariedade com a venezuela videoconferencias 1 20200423 1535691591

    dia internacional de solidariedade com a venezuela videoconferencias 3 20200423 1975371013

  • Dia Internacional para a Eliminação Total das Armas Nucleares - 26 de Setembro

    Por Frederico Carvalho, Vice-presidente do Conselho Executivo da Federação Mundial de Trabalhadores Científicos e membro da Presidência do CPPC

     

    A Paz, mais do que a simples ausência de guerra ― trágico flagelo que ao longo dos séculos tem afligido a humanidade ― é, nos dias de hoje, condição de sobrevivência da própria espécie humana e da manutenção da vida sobre a Terra. A ameaça representada pela presença de armamentos nucleares nos arsenais de alguns países, pesa sobre cada um de nós, sobre os povos, sobre todos os seres vivos no planeta. Nunca uma tal ameaça existira até ao advento da possibilidade da utilização militar da energia nuclear. Até hoje, num único momento histórico, foi a arma nuclear utilizada contra populações, matando de forma indiscriminada seres humanos, sobretudo civis, fora, aliás, do que se chama “teatro de guerra”, e destruindo, em vastas extensões de terreno, todas as infra-estruturas que suportam a vida em sociedade. Foi nas cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki, a 6 e 9 de Agosto de 1945. Aí tiveram morte imediata mais de 200 mil pessoas. Diversos observadores consideram que o lançamento sobre Hiroshima e Nagasaki das duas bombas, de tipo diferente e de fraca potência, face às que mais tarde foram desenvolvidas e fazem hoje parte dos arsenais das potências nucleares militares, constituiu uma experiência destinada a permitir uma avaliação qualitativa e quantitativa dos efeitos de um rebentamento atómico a baixa altitude. Isto é: um ensaio real.

  • Dia Internacional para a Eliminação Total das Armas Nucleares - 26 de Setembro

    dia internacional para a eliminacao total das armas nucleares 26 de setembro 1 20190928 1275875900

    Desde 2013 que o dia 26 de Setembro é, por decisão da Assembleia-Geral das Nações Unidas, o Dia Internacional para a Eliminação Total das Armas Nucleares.

    Reputados cientistas alertam que a explosão de apenas um por cento das armas nucleares operacionais hoje existentes no mundo equivaleria a cerca de 4000 vezes a energia libertada pela bomba atómica lançada pelos EUA sobre Hiroxima, em 1945.

    Uma explosão nuclear provoca a destruição massiva quer de seres vivos quer de estruturas inertes. Pela conjugação de diferentes efeitos, pode conduzir a morte imediata mas também a sequelas desfasadas no tempo, que afetam a saúde, quer em resultado da exposição direta às radiações quer pelos efeitos da contaminação do meio ambiente resultante da disseminação de poeiras radioativas.

  • Divulgação de texto de Socorro Gomes "REFORÇAR A LUTA DOS POVOS CONTRA AS ARMAS NUCLEARES"

    Divulgamos texto de Socorro Gomes, presidente do Conselho Mundial da Paz, publicado pelo Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz).
    (foto: monumento no Parque da Paz em Hiroxima)

    REFORÇAR A LUTA DOS POVOS CONTRA AS ARMAS NUCLEARES

    Ignorando décadas de luta dos povos contra os armamentos de destruição em massa, as potências imperialistas aglutinadas na Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e seu líder maior, os EUA, não hesitam em colocar as armas nucleares no centro da sua política. Atualmente há quase 15 mil ogivas nucleares espalhadas pelo mundo e a modesta redução deste arsenal não significa a redução do perigo; a nossa mobilização permanece urgente.

  • É preciso investir na Paz e não na Guerra!

    Sim à Paz! Não aos Exercícios Militares da NATO!

    Participa e divulga!

    24 de Outubro - 15h - LISBOA

    Desfile

    Rua do Carmo até à Praça Luís de Camões

     

  • Encontro pela Paz! Não faltes!

    No Pavilhão Paz e Amizade já se dão os últimos retoques para te receber!

    preparativos do encontro pela paz 3 20181020 2067132398

    preparativos do encontro pela paz 4 20181020 2057099126

    preparativos do encontro pela paz 5 20181020 1617399808

  • EUA – TIREM AS MÃOS DA SÍRIA

    Preocupado com a escalada de agressão dos EUA e seus aliados na Síria, com os riscos que a situação representa para Paz mundial e consciente da necessidade de uma ampla unidade das forças que defendem a Paz o Conselho Português para a Paz e Cooperação subscreveu e divulga o apelo internacional "EUA - tirem as mãos da Síria".
    O apelo pode ser subscrito em handsoffsyriacoalition.net/

  • EUA continuam a ameaçar a paz

    eua continuam a ameacar a paz nao a corrida armamentista nao a guerra 1 20200526 1139582948

    Não à corrida armamentista! Não à guerra!

    Foi com grande preocupação que o Conselho Português para a Paz e Cooperação registou as notícias de que os EUA pretendem abandonar mais dois importantes tratados internacionais destinados a limitar a proliferação de armamentos, incluindo nucleares, nomeadamente o Tratado sobre o Regime de Céu Aberto, em vigor desde 2002, que permite a fiscalização recíproca do território entre os 35 países signatários, e do Tratado de Redução de Armas Estratégicas Ofensivas (New START) que expira no início de 2021, esta última uma hipótese já diversas vezes referida por Donald Trump.

    Recorde-se que os EUA se retiraram, por exemplo, do Tratado sobre Misseis Anti-balísticos (ABM), em 2002, e do Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermédio, em 2019.

  • Europa diz: Sim à Paz! Não à NATO!

    europa diz sim a paz nao a nato 1 20191130 1891936534

    As organizações europeias membro do Conselho Mundial da Paz, de que o CPPC é coordenador, divulgaram um apelo em defesa da paz e contra a NATO e a sua cimeira de Londres.

    Sim à Paz! Não à NATO!
    Não à cimeira belicista de Londres

    A Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) continuará a assinalar os seus 70 anos com uma cimeira de Chefes de Estado e Governo em Londres, de 3 a 4 de dezembro de 2019.

    Durante 70 anos, a NATO tem sido a ferramenta militar agressiva número um do imperialismo. É a maior e mais perigosa organização militar do mundo. Apesar das rivalidades entre seus membros individuais e das contradições que surgem de tempos em tempos, ela permanece intrínseca e profundamente interligada com as políticas dos EUA e da UE, seu chamado "pilar europeu".

  • Évora pela Paz

  • Exposição | 75 anos da vitória sobre o nazi-fascismo | Seixal

    exposicao 75 anos da vitoria sobre o nazi fascismo seixal 3 20201229 1467338143

    Inauguração, no Seixal, da exposição do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) relativa aos 75 anos da vitória sobre o nazi-fascismo que pôs fim à Segunda Guerra Mundial
    Foi inaugurada nos Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal a exposição do CPPC sobre a Segunda Guerra Mundial, com intervenções da vereadora da CM do Seixal, Manuela Calado, da diretora da Obra Católica Portuguesa das Migrações, Eugénia Quaresma, e de Ilda Figueiredo, presidente da DN do CPPC, que destacaram a importância de conhecer as causas e as consequências do flagelo da guerra, os mais 60 milhões de mortos e os milhões de deslocados e refugiados com todo o horror dos crimes do nazi-fascismo e do holocausto.
    A iniciativa teve a participação de autarcas das freguesias e de associações do Seixal tendo sido feito o apelo à mobilização de todos na defesa da paz e na preparação do próximo Encontro pela Paz que se irá realizar em 5 de junho, em Setúbal com o lema "Pela Paz, todos não somos demais".
  • Exposição de Artes Plásticas | Pela Paz, contra as Armas Nucleares

    exposicao de artes plasticas pela paz contra as armas nucleares 1 20201102 1232242142

  • Exposição de Artes Plásticas | Pela Paz, Contra as Armas Nucleares

    exposicao de artes plasticas pela paz contra as armas nucleares 1 20210301 1518710150