Concerto pela Paz
A arte ao serviço da Paz

O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) continua empenhado na preparação e realização de Concertos pela Paz, o que tem contado com a generosidade de muitos artistas e colectividades para a promoção de uma cultura de Paz.

Num momento tão complexo e preocupante como o que se está a viver no plano internacional, sobretudo no Médio Oriente e em África, mas também na Europa, é importante mobilizar para a defesa deste objectivo tão nobre e imprescindível ao futuro da humanidade – a Paz – sem a qual não é possível a liberdade, a democracia, o desenvolvimento e o progresso social.

Correspondendo ao apelo do CPPC aos homens e mulheres amantes da Paz para exprimir a sua indignação face ás guerras de agressão, diversas associações e artistas de Gaia vão afirmar a muitas vozes a sua solidariedade com os povos vítimas do colonialismo, de actos de ingerência externa e de conflitos armados, de injustiças e desigualdades sociais, da opressão, do desrespeito da sua soberania e independência nacionais.

É já neste dia 18 de Março que se vai realizar este Concerto pela Paz, no Auditório Municipal de Vila Nova de Gaia, pelas 21,30. Ali vão actuar diversas associações que se dedicam à dança, como o Ginasiano Escola de Dança, ao belo canto como o Estúdio de Ópera do Conservatório de Música de Gaia, o Orfeão da Madalena, a Orquestra de guitarras da Academia de Música de Vilar do Paraíso, o Ensemble de percussão da Escola de Música de Perosinho, a poesia da Ilha Mágica, as canções de Adriano Correia de Oliveira pela Associação Cultural e Musical de Avintes. No total, serão mais de 100 jovens estudantes de arte e artistas que colocam a arte na defesa da paz.

Os bilhetes são gratuitos, distribuídos no próprio dia, na bilheteira do local, mas limitados à lotação da sala.