Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

o cppc condena o atentado terrorista contra o presidente da republica bolivariana da venezuela 1 20180808 1527405169

O Conselho Português para a Paz e Cooperação, condena o atentado terrorista contra o presidente da República Bolivariana da Venezuela, Nicolás Maduro, e outros altos dirigentes venezuelanos, ocorrido no passado sábado, dia 4 de Agosto, em Caracas.

Este atentado eleva a um novo e perigoso patamar as manobras e campanhas da direita reaccionária e do imperialismo, que visam desestabilizar a Venezuela e derrubar o legítimo governo venezulano, presidido por Nicolas Maduro.

Tal acto, que ocorre num momento em que o Governo venezuelano se prepara para adoptar medidas no plano económico e de melhoria das condições de vida daquele povo, é demonstrativo dos métodos e natureza dos que incapazes de derrotar nas urnas o processo bolivariano, recorrem mais uma vez à violência.

O CPPC reitera a sua condenação das manobras e campanhas, promovidas de forma coordenada pela oligarquia venezuelana e pelo imperialismo, com destaque para o Governo dos EUA, que tanto têm prejudicado o povo venezuelano, incluindo a numerosa comunidade portuguesa que ali vive.

O CPPC reafirma a sua solidariedade para com o legítimo Governo bolivariano e para com o povo da Venezuela e a sua vontade soberana de prosseguir o seu caminho pela paz, soberania nacional, democracia, desenvolvimento e progresso social.

6 de Agosto de 2018

Direcção Nacional do CPPC