Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

 em portugal solidariedade com a venezuela bolivariana 1 20190225 1740295914

Leia o apelo lançado na iniciativa "Pela Paz! Solidariedade com a Revolução Bolivariana!", realizada no passado dia 22 de Fevereiro.

PELA PAZ!
SOLIDARIEDADE COM A REVOLUÇÃO BOLIVARIANA!

Nós mulheres e homens solidários com a Venezuela bolivariana,

Condenamos firmemente, desde de Portugal, a inaceitável ameaça reiterada por Donald Trump, Presidente dos EUA, de agredir militarmente a República Bolivariana da Venezuela e o povo venezuelano.

Denunciamos a operação de ingerência e agressão, sustentada numa ampla campanha de desinformação e mentira, que deliberadamente esconde que na raiz de dificuldades sentidas pelo povo venezuelano – que atingem também a comunidade portuguesa na Venezuela – está um feroz e desumano bloqueio económico e financeiro promovido pelos EUA e subservientemente seguido pelos seus subordinados.

 

Denunciamos que a Venezuela e o povo venezuelano têm sido vítimas da acção desestabilizadora dos EUA e da extrema-direita venezuelana, que são responsáveis por golpes de Estado, boicote económico, acção de violência e terrorismo, destruição de infra-estruturas e bens públicos e recusa da participação em eleições e do diálogo.

Denunciamos que os EUA e os seus subordinados não aceitam que o povo venezuelano possa decidir livre, soberana e democraticamente o seu caminho de desenvolvimento e progresso social.

Nós mulheres e homens solidários com a Venezuela bolivariana,

Apelamos a todos os amantes da paz, aos democratas, a todos os que se revêm nos valores da Revolução de Abril, consagrados na Constituição da República Portuguesa, a todos os que pugnam pelo respeito dos princípios da Carta das Nações Unidas nas relações internacionais, a que se mobilizem:

- em defesa da Paz e pelo respeito dos direitos do povo venezuelano;

- a exigir do Governo português o respeito da soberania e independência da República Bolivariana da Venezuela, conforme a Constituição da República Portuguesa e o Direito Internacional;

- a exigir o fim da desestabilização e da agressão contra a Venezuela e o seu povo;

- a dizer não a mais golpes de Estado fascistas;

- a dizer não a mais guerras de agressão.

#TiremAsMaosDaVenezuela #VenezuelaNoEstaSola #HandsOffVenezuela #ARevoluçãoBolivarianaNaoEstaSo #LaRevolucionBolivarianaNoEstaSola #TheBolivarianRevolutionIsNotAlone