Outras Notícias

Cooperação

  •  minca em defesa da vida 1 20190829 2005057510

    No dia 7 de Agosto realizou-se, na sede do CPPC, a iniciativa “Minca* em defesa da Vida”, promovida pela associação Colombianos pela Paz (Portugal). Na iniciativa que contou com o apoio do CPPC e do Fórum Indígena de Lisboa, para além de intervenções das 3 já referidas organizações, foi possível ouvir o testemunho de Abel Coicué, líder da Comunidade Nasa, da Colômbia.

    Na iniciativa foi denunciado o consecutivo desrespeito, por parte do governo Colombiano, aos direitos reconhecidos constitucionalmente à população indígena da Colômbia, com ataques que passam pela violência contra as populações, pela perseguição judicial e mesmo por inúmeros e frequentes assassinatos de líderes sociais.

  • almoco da paz seixal 2019 1 20190524 1161677804

    O núcleo do Seixal do CPPC realizou no passado sábado, 11 de Maio, no Clube Cultural e Recreativo da Cruz de Pau, um Almoço da Paz, tendo participado cerca de 50 pessoas.

    Durante o evento o membro da direção nacional, Armando Farias, deu testemunho da imensa atividade que o CPPC tem desenvolvido contra o militarismo e a guerra, enumerando os diversos conflitos que tiveram lugar na história recente. Porque é importante não esquecer o passado para melhor compreender o presente, o dirigente do CPPC lembrou períodos trágicos nos últimos 100 anos, como as 1ª e 2ª guerras mundiais, ou a agressão criminosa da NATO contra a Sérvia com o declarado objetivo de desmembrar a República Federal da Jugoslávia.

  • concerto pela paz coimbra 2019 1 20190510 1091787441

    Realizou-se na noite de 3 de Maio, em Coimbra, no belo espaço da antiga igreja do Convento de S. Francisco, Um magnífico Concerto pela Paz, organizado pelo Conselho Português para a Paz Cooperação (CPPC), com o apoio da Câmara Municipal de Coimbra e do Sindicato dos Professores da Região Centro e a generosa participação de diversos artistas que encantaram a assistência numerosa de cerca de 350 pessoas.

    Os artistas de Coimbra que muito nos honraram com a sua participação, como salientou Isabel de Melo do núcleo de Coimbra do CPPC, foram: Catarina Peixinho, Hugo Brito, Rita Namorado, Cooperativa Bonifrates,Grupo de Guitarras e Cantares de Coimbra e João Queiroz.

  • cppc homenageia rui namorado rosa e 70 anos de luta pela paz 1 20190329 1440197010

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A homenagem inseriu-se numa sessão realizada no sábado, 16, no auditório da Escola Profissional Bento de Jesus Caraça, em Lisboa, evocativa dos 70 anos da luta pela paz.

    Ilda Figueiredo, que sucedeu a Rui Namorado Rosa na presidência da direcção nacional do CPPC, explicou os motivos que levaram à realização da homenagem. Frederico de Carvalho, igualmente membro da Presidência, destacou aspectos centrais da carreira científica e universitária de Rui Namorado Rosa e a forma como nela esteve sempre presente o seu apego à causa da paz, da democracia e dos direitos.

  • debate na escola secundaria camoes em lisboa 3 20181222 1222149611

    O Conselho Português para a Paz e a Cooperação, no âmbito das suas actividades em defesa da paz, da segurança e da cooperação internacionais e pela amizade e solidariedade entre os povos, tem continuado a marcar a sua presença em escolas, através de debates, exposições e outras iniciativas. Estas têm-se que se têm caracterizado por um grande entusiasmo e activa participação dos jovens estudantes em discutirem e aprofundarem o conhecimento sobre questões tão importantes para o presente e o futuro da Humanidade.

    Exemplo desse interesse são as iniciativas promovidas pelos próprios alunos, como foram os casos de duas turmas da Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira, localizada na Torre da Marinha (Seixal), que organizaram uma sessão, no dia 10 de Dezembro, sobre Os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e a Paz no Mundo, e três turmas do Escola de Camões (antigo Liceu Camões) que instalaram no átrio da Biblioteca uma exposição do CPPC, evocativa dos 100 anos da Grande Guerra e a Luta pela Paz, e realizaram, no dia 12 do mesmo mês, uma sessão/debate: Da 1.ª Guerra Mundial á Actualidade.

  • importantes iniciativas do cppc no algarve 3 20191108 1441765580

    Nos dias 30 e 31 de outubro realizaram-se, no Algarve, importantes iniciativas do CPPC na área da educação para a paz, com debates muito participados em duas escolas de Faro (ES Tomás Cabreira e EB23 dr. Joaquim de Magalhães) e ES de Loulé onde se conversou com alunos e professores sobre a importância da luta pela paz, explicando os objetivos do CPPC e os seus princípios baseados no artigo 7º da Constituição da República Portuguesa.
    Foram dados alguns exemplos antigos e atuais, incluindo a importância da revolução de Abril, a luta contra o fascismo, o colonialismo e o nazi-fascismo, a defesa do desarmamento nuclear e das alternativas à guerra e ao militarismo, dando particular importância à cooperação e à solidariedade na defesa do direito soberano dos povos escolherem o seu caminho de progresso social e de paz.

  •  nao ao bloqueio respeito pela soberania da venezuela 1 20190829 1174329705

    O conselho Português para a Paz e Cooperação participou, no passado dia 10 de Agosto, num ato público de repúdio pelas novas medidas de agressão dos EUA contra o povo venezuelano.

    A administração Trump, vendo falharem varias tentativas de golpe, que promoveu e apoiou, aposta no agravar das sanções e do consequente sofrimento do povo venezuelano, para procurar derrubar o legítimo governo de Nicolas Maduro, procurando derrotar a capacidade de resistência de um processo soberano, democrático e de conteúdo progressista que colocou as imensas riquezas da Venezuela ao serviço do desenvolvimento económico, social e cultural do povo venezuelano, que ajudou a construir caminhos de cooperação entre países da América Latina, mutuamente vantajosos e libertos da alçada dos EUA, um processo que afirmou a sua determinação em seguir um caminho livremente escolhido pelo povo venezuelano, sem ingerências nem interferências exteriores.

    Na iniciativa o CPPC saudou a resistência do povo venezuelano em defesa da sua Revolução Bolivariana, denunciando as ilegais acções da Administração dos EUA e a vergonhosa subserviência que o Governo português tem demonstrado perante as mesmas.

    #NoMasTrump #NoMoreTrump #TrumpDesbloqueaaVenezuela #TrumpUnblockVenezuela #ManosFueradeVenezuela #HandsOffVenezuela

  • constituicao da republica portuguesa - 1976 1 20140408 1235886148

    O CPPC celebra o 38.º aniversário da Constituição da República Portuguesa. Aprovada no dia 2 de Abril de 1976 pela Assembleia Constituinte por todas as bancadas (à excepção da bancada do CDS que se absteve), a Constituição veio consagrar as conquistas populares alcançadas com o processo revolucionário que se seguiu ao 25 de Abril de 1974.
    No que diz respeito à paz, a Revolução de Abril foi emancipadora

  • almoco pela paz reune meia centena em almada 1 20190129 1590446138

    O CPPC realizou no dia 26, em Almada, um Almoço pela Paz no qual participaram cerca de 50 pessoas, entre activistas da paz e da solidariedade, autarcas, associativistas e muitos outros, empenhados em levar mais longe a acção em prol da paz, do desarmamento, da solidariedade com os povos.

    Nas intervenções, proferidas por Armando Farias, da direcção nacional do CPPC, e Frederico de Carvalho, da presidência, foram realçadas as principais ameaças à paz e segurança internacionais e reafirmada a solidariedade com os povos do mundo, com destaque para o palestino e o venezuelano, que por estes dias resiste a mais uma tentativa de golpe de Estado por parte dos EUA e seus aliados internos.

    Do almoço saiu a determinação em levar mais longe, no concelho de Almada, a acção do CPPC, em debates públicos ou em escolas como noutras iniciativas, próprias ou em colaboração com autarquias, associações e outras entidades.

  • artistas pela paz quarteira 1 20191001 1875698389

    No dia 21 de Setembro, Dia Internacional da Paz, inaugurou-se em Quarteira, Loulé, a última mostra da exposição "Artistas pela Paz".

    Esta exposição itinerante, teve o seu início no dia 21 de Setembro de 2018, em Silves, nos Paços do Concelho, percorreu vários locais no Algarve - Olhão, Vila Real de Santo António, Lagoa, Faro e Universidade do Algarve. Termina agora a sua mostra no dia 19 de Outubro, na Galeria da Praça do Mar, em Quarteira.

    A exposição "Artistas pela Paz", foi uma proposta do CPPC em parceria com a PAS - Peace and Art Society, envolveu mais de 20 artistas desta associação e integrou artistas convidados dos vários concelhos por onde foi passando.

    Foram várias centenas de visitantes que puderam apreciar os diferentes olhares para a Paz.

  • assembleia da paz 16 de novembro 1 20191018 1071444598

    assembleia da paz 16 de novembro 2 20191018 1879895166

  • assembleia da paz 16 marco lisboa 1 20190304 2023273414

  • assinalar a vitoria sobre o nazi fascismo defender a paz 1 20190510 1277994828

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) assinala o 74º aniversário da vitória sobre o nazi-fascismo na Segunda Guerra Mundial reafirmando a sua determinação em prosseguir e intensificar a acção de esclarecimento e mobilização da opinião pública para a defesa da Paz, para a amizade e cooperação entre os povos do mundo, continuando a dar o seu contributo para que nunca se venha a repetir barbárie semelhante que causou cerca de 50 milhões de mortos.

    Neste 9 de Maio de 2019, em que se assinala o Dia da Vitória, o CPPC alerta para as ameaças e os perigos que a actual situação internacional comporta, em que se multiplicam focos de ingerência e conflito – do Médio Oriente à Ásia Central, da Europa de Leste ao Pacífico, de África à América Latina – e com a crescente tensão das potências ocidentais, designadamente, dos EUA, da União Europeia e da NATO, face à Federação Russa e à China, de consequências imprevisíveis.

  • cinema debate paz a oeste nada de novo porto 1 20190921 1242098354

  • concerto pela paz matosinhos 2019 1 20191019 1780559141

  • concerto pela paz porto 2019 7 20190110 1027713117

    Foi o magnifico Concerto pela Paz que decorreu no Teatro Rivoli, no Porto, na tarde do passado dia 5 de Janeiro, organizado pelo Conselho Português para a Paz e Cooperação, com o apoio da Câmara Municipal do Porto, do Teatro Rivoli e das várias organizações e artistas que solidariamente aceitaram participar, em defesa da Paz, dizendo não às agressões e violências que põem em causa o direito dos povos à felicidade e à Paz.

    Cerca de 700 pessoas ouviram a música da Orquestra Juvenil de Bonjóia, o Bando dos Gambozinos, o Balleteatro, o quarteto de saxofones da Academia de Música de Costa Cabral e o quarteto “Room 204” da Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto. A apresentação incluindo a apresentação de poesia foi de Clara Godin e João Tarrafa.

  • Divulgamos os temas que algumas organizações manifestaram a intenção de abordar:

    Solidariedade e ternura dos povos - Ana Maria Souto – Movimento Democrático de Mulheres
    A luta pela paz é indissociável da luta dos trabalhadores - Ana Pires- CGTP-IN
    Solidariedade com Cuba e criminoso bloqueio do EUA - Augusto Fidalgo – Associação Amizade Portugal-Cuba
    Paz e Desarmamento - Batista Alves - Presidente da Mesa da Assembleia da Paz Conselho Português para a Paz e Cooperação
    25 de abril e a paz - Comandante Marques Pinto - Associação Conquistas da Revolução
    Festa da Vitória e Paz - Domingos Mealha – Associação Iuri Gagarin
    Cooperação para o desenvolvimento - Eugénio Fonseca - Presidente da CÁRITAS
    Educação para a paz - Eurídice Rocha – FENPROF
    Inteligência artificial e a paz - Frederico Carvalho – Organização dos Trabalhadores Científicos
    Campanha “Desarma a bomba” - Gonçalo Costa - Associação Projeto Ruído
    Acampamento pela paz - Gonçalo Veiga - AE FCSH/Plataforma para a paz
    O desenvolvimento industrial,a soberania e a paz - Helder Pires – FIEQUIMETAL
    Conflitos armados, direitos humanos e pessoas com deficiência - Helena Rato – Associação Portuguesa de Deficientes
    Cooperação da CPCCRD na defesa da Paz - Isabel Graça – CPCCRD
    Guerra e paz no Médio Oriente - Jorge Cadima- MPPM
    Carta das Nações Unidas e direito internacional - Madalena Santos – Associação Portuguesa de Juristas Democratas
    Projecto com a CMSeixal nas escolas - Nuno Carvalho - Associação RATO
    Lutar pela Paz é lutar contra a pobreza - Rego Mendes - Movimento Erradicar a Pobreza
    Os militares e a paz - Sargento António Lima Coelho -Associação Nacional de Sargentos
    "Dádiva relacional - a capacidade humana de trazer o "Outro" para o campo do "NÓS" - Teresa Dennis – CIVITAS
    Paz e a juventude - Tiago Matos – INTERJOVEM

  • conversas sobre a paz faro 1 20191027 1753099344

  • cppc fala sobre 25 abril em escolas de setubal 1 20190518 1165832279

    A convite de escolas de Setúbal, o Conselho Português para a Paz e Cooperação participou, através da dirigente Zulmira Ramos, em palestras, muito participadas, sobre o “25 de Abril e a Paz”: na Escola Lima de Freitas, no dia 26 abril, e na Escola Sebastião da Gama, no dia 30 de abril.

    Nas palestras, Zulmira Ramos referiu-se à situação de Portugal antes do 25 Abril que se caracterizava, por exemplo, pela existência de miséria, trabalho infantil, ausência de direitos das mulheres, repressão, guerra colonial, analfabetismo, ensino reservado para uns poucos, dando conta também das lutas diversas do povo português e dos povos das ex-colónias contra o fascismo e contra o colonialismo, o que culminaria com a acção do Movimento das Forças Armadas (MFA), que, em conjunto com o povo, pôs fim ao fascismo, permitiu acabar com a guerra colonial, realizar eleições democráticas, melhorar as condições de vida, viver em liberdade e em paz.