Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

noticias da paz

  • Já saiu a edição de janeiro do Notícias da Paz!

    a saiu a edicao de janeiro do noticias da paz 1 20210123 1185997568

    Já saiu a edição de janeiro do Notícias da Paz, boletim do CPPC. A preparação do Encontro pela Paz, que se realiza em Setúbal a 5 de junho, a solidariedade com os povos que se batem pelo progresso e a soberania e a exigência da proibição das armas nucleares são assuntos em destaque.

  • Notícias da Paz: fevereiro/março 2019

    noticias da paz fevereiro marco 2019 1 20190314 2096793949

    Leia aqui o Notícias da Paz - https://issuu.com/conselho_paz/docs/201902_ndp

  • Península da Coreia Respeito pela soberania para fazer face à tensão

    Desde sempre que o CPPC considerou que os problemas do povo coreano teriam que ser resolvidos pelo próprio povo coreano, sem ingerências externas. Os acontecimentos das últimas semanas dão-lhe razão. Após um período de particular tensão militar na região, as duas partes da Coreia retomaram um diálogo há muito interrompido e mantêm aberta a comunicação sobre assuntos de interesse comum. Os Jogos Olímpicos de Inverno serão apenas a face mais visível.

    Quem não gostou da aproximação entre a República Popular Democrática da Coreia, a norte, e a República da Coreia, a sul, foram os Estados Unidos, há muito empenhados em avivar tensões na região para, assim, procurarem justificar o significativo reforço da sua presença militar na Península da Coreia, no Extremo Oriente e no Pacífico (junto às fronteiras da China). Os EUA são, aliás, o principal responsável pela divisão da Coreia.