Outras Notícias

  • Faleceu Carlos do Carmo 04-01-2021

    Ao tomar conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo, personalidade ímpar da cultura portuguesa, da música, um dos maiores intérpretes do fado, democrata e...

  • CPPC homenageia Rui Namorado Rosa e 70 anos de luta pela paz 17-03-2019

    O CPPC homenageou Rui Namorado Rosa, membro da sua Presidência e que durante anos assumiu as funções de presidente e vice-presidente da direcção nacional. A...

  • Faleceu Armando Caldas 13-03-2019

    Hoje, 13 de Março de 2019, o encenador e actor, membro da Presidência do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), Armando Caldas, deixou-nos. Com um...

  • Homenagem a Rui Namorado Rosa 11-03-2019

    O Conselho Português para a Paz e Cooperação tem o privilégio de contar com a participação, nos seus órgãos sociais, de Rui Namorado Rosa, que foi seu...

  • Falecimento de Vítor Silva 08-08-2018

    A Direcção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) lamenta informar do falecimento de Vítor Silva, ocorrido na madrugada de hoje. Membro do...

A situação no Médio Oriente e a luta pela Paz foi o tema do debate muito participado que decorreu no auditório da Biblioteca Municipal em Vila Nova de Gaia, iniciativa do Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC), que contou com o apoio da Câmara Municipal de Gaia e as intervenções do jornalista José Goulão, Ilda Figueiredo e João Rouxinol.

Debateu-se a grave situação no Médio Oriente, destacando José Goulão as causas e os responsáveis, desde a invasão do Afeganistão, passando pelo Iraque, a Líbia e a Síria, sem esquecer a Palestina e toda a região. Foi particularmente denunciada a estratégia de rapina de recursos e de controlo da região que tem sido conduzida por EUA, NATO, União Europeia e seus aliados,sem esquecer Israel e a Arábia Saudita, responsáveis principais pela tragédia que se vive na região, com destruição de Estados, sofrimento e deslocação de milhões de pessoas. Ilda Figueiredo e João Rouxinol sublinharam a importância da luta pela paz, da solidariedade com os povos vítimas das guerras, a convergência de esforços e vontades no alargamento do movimento pela paz e o contributo que o CPPC e o Conselho Mundial da Paz estão a dar, dando como exemplo a próxima Assembleia Mundial da Paz, no Brasil, de 17 a 20 de Novembro, onde o CPPC participará.

No debate muito animado que se seguiu, sublinhou-se a importância de reforçar o CPPC e a luta pela paz, tendo-se verificado algumas novas adesões no final desta importante sessão.